Círculos Restaurativos Sistêmicos

Em grupo

Os Círculos Restaurativos Sistêmicos consistem em um processo circular seguro e estruturado para organizar e facilitar a comunicação em grupos que desejam prevenir e transformar os conflitos, possibilitando a construção de relações justas pautadas pelo diálogo e pela autorresponsabilidade dos envolvidos.

 

Os pilares que ancoram os Círculos Restaurativos Sistêmicos são, essencialmente, a união entre os princípios e valores da Justiça Restaurativa, aliada à metodologia desenvolvida pela professora norte-americana Kay Pranis, idealizadora dos processos circulares da Justiça Restaurativa e Círculos de Construção de Paz em conjunto com a aplicação das 3 (três) Leis Sistêmicas que regem os relacionamentos humanos descobertas por Bert Hellinger, em sintonia com as práticas circulares e os saberes ancestrais utilizadas para a transformação de conflitos nas tradições indígenas.

 

Por meio dos Círculos Restaurativos Sistêmicos desenvolvidos pelo Instituto de Práticas Sistêmicas Transformar, os participantes sentem-se seguros para expressar os seus sentimentos e as suas necessidades, possibilitando a construção de relações de cooperação com o outro em substituição às relações de poder sobre o outro (competição).

 

Para nós, a convivência se tece na conexão e não no julgamento. Por essa razão, acreditamos no potencial criativo dos Círculos Restaurativos Sistêmicos para criar ambientes dialógicos-reflexivos e de paz consciente para transformar positivamente as relações humanas.

A energia que flui no círculo por meio das práticas restaurativas e dinâmicas sistêmicas possibilita aos participantes a compreensão da sua responsabilidade em relação ao conflito, a expansão de consciência, o exercício da empatia, fomenta novas percepções em relação aos sentimentos, necessidades, valores e crenças das partes envolvidas em determinado conflito, estimula a reflexão, além de favorecer o diálogo, o consenso e a transformação do conflito a partir de um olhar sistêmico de acolhimento e isento de julgamentos sobre a sua origem.

 

Os elos de amor, paz, empatia e respeito que se conectam através dos Círculos Restaurativos Sistêmicos acolhem a todos os participantes do grupo e permitem o resgate da humanidade em comum que os unem uns aos outros, oportunizando um novo olhar para restaurar as relações afetadas pelos aspectos negativos inerentes ao conflito.

Todos os Círculos Restaurativos Sistêmicos são únicos, pois são criados e desenvolvidos pelo Instituto de Práticas Sistêmicas Transformar especialmente para as necessidades, anseios e objetivos de cada grupo a ser trabalhado, podendo ser aplicado para mediar conflitos entre vítima-agressor, em entidades, empresas, famílias, escolas e para todas as pessoas interessadas em construir a paz em suas relações e criar conexões de amor e compaixão umas com as outras.

 

Objetivos

 

  • Transformar os conflitos ao mesmo tempo em que restaura as relações por ele afetadas;

  • Fomentar o diálogo e a reflexão;

  • Criar ambientes dialógicos e de paz consciente para transformar positivamente as relações humanas;

  • Exercitar a empatia e o respeito;

  • Considerar os sentimentos e as necessidades dos participantes; 

  • Construir a compreensão através da autorresponsabilidade;

  • Evocar os saberes individuais e coletivos de cada participante;

  • Engajar os participantes em todos os aspectos da experiência humana (mental, física, emocional e espiritual ou na construção de significados);

  • Construir e fortalecer a cultura da paz;

  • Motivar, unir e engajar os participantes em prol de um objetivo comum;

  • Preservar e aprimorar os relacionamentos humanos;

  • Estimular cada participante a atingir a sua melhor versão a partir das experiências e saberes compartilhados em grupo;

  • Compartilhar experiências e aprendizados para criar conexões entre os participantes;

  • Proporcionar aos participantes um processo que pode levar a uma nova percepção sobre as suas ações;

  • Aplicar e vivenciar as  3 (três) Leis Sistêmicas que regem os relacionamentos humanos.

 

Público Alvo

Os Círculos Restaurativos Sistêmicos são voltados para a mediação de conflitos entre vítima-agressor, entidades, empresas, famílias, escolas e para todas as pessoas interessadas em construir a paz e criar conexões de amor e compaixão umas com as outras.